A Imagem – meios e temáticas

Formulário de inscrição

A tradicional distinção com que se operava academicamente sobre as artes plásticas, pintura, escultura e arquitetura, encontra-se ultrapassada no mundo contemporâneo pelo facto de se assumir a possibilidade de interpelar explorando uma ideia de amálgama sensorial e conceptual que esbate as barreiras previamente existentes. Ainda assim a existência de produtos de natureza visual é constante à nossa volta, da cidade até ao écran do computador.

Este colóquio pretende explorar anacronismos dos produtos visuais, questionando o mundo contemporâneo.

Há mil anos atrás seria necessário ir a uma igreja para ver uma imagem. Hoje a imagem e o seu poder de sugestão, qualificando e conotando a vida quotidiana, está em todo o lado acabando por se tornar invasora, surgindo mesmo em locais nunca esperados.

Pretende-se com estes colóquios criar um espaço de discussão sobre a imagem os seus suportes e temáticas. Um espaço de discussão sobre a criação e produção de imagens, os seus suportes, os seus meios as suas finalidades e sobretudo sobre o seu o valor. Sintetizamos os géneros em quatro, para a formação de painéis: Natureza morta, Figura humana , Paisagem e Abstracção.  A origem e o destino das imagens é de tal forma vasto que será um colóquio dirigido a todos os profissionais e praticantes da imagem, Imagem Digital, Desenho, Pintura, Escultura, Vídeo, Cinema, Fotografia  etc.

O congresso terá como língua de trabalho e de disseminação as línguas ibéricas assim como o inglês e francês.

COMISSÂO CIENTIFICA[

Armando Jorge Caseirao, Faculdade de Arquitectura, Universidade de Lisboa
Francisco Agostinho, Faculdade de Arquitectura, Universidade de Lisboa
Flávio Almeida, Iade


Notícias

Arts & Culture – Magnum Photos A photographic cooperative of great diversity and distinction owned by its photographer members

PÚBLICO – P3 PÚBLICO — Pense bem, pense Público

  • O legado da luta anti-racista
    by publico@publico.pt on Setembro 26, 2021 at 7:50 am

    No 10.º aniversário do P3, estendemos o Megafone a dez vozes para falarem de dez causas. O que mudou numa década? Como será a próxima? Andreia Galvão, activista, olha para o que foi feito na luta anti-racista na última década. […]

  • Refugiados: que pessoas queremos ser?
    by publico@publico.pt on Setembro 26, 2021 at 7:23 am

    No 10.º aniversário do P3, estendemos o Megafone a dez vozes para falarem de dez causas. O que mudou numa década? Como será a próxima? Patrícia Alves Fernandes questiona-nos: “Consegues imaginar-te pequeno, frágil e completamente sozinho, numa terra que não é a tua? Na fronteira do que já não existe e do que nunca será?&rdquo […]

  • Este livro afrontou o regime — e continua a ser uma arma (e um abraço)
    by andreia.friacas@publico.pt on Setembro 26, 2021 at 5:30 am

    Em 1971, nascia a obra Novas Cartas Portuguesas, na qual as “três Marias” reivindicavam o direito da mulher a ter corpo e pensamento. As autoras foram julgadas, o livro destruído, mas além-fronteiras foi considerada a primeira causa feminista internacional. Cinquenta anos depois, o livro ainda agita a vida das jovens – é uma companhia de cabeceira, uma ponte com as avós ou uma “lição para o activismo” que aí vem. E, principalmente, mostra o que ainda pode nascer do diálogo entre mulheres. […]

  • Neurodiversidade: uma década atípica
    by publico@publico.pt on Setembro 25, 2021 at 8:13 am

    No 10.º aniversário do P3, estendemos o Megafone a dez vozes para falarem de dez causas. O que mudou numa década? Como será a próxima? A investigadora Sara Rocha considera que o mundo ficou mais atento e com mais espaço para vozes autistas — mas há muito por fazer. […]

  • A vida marinha está em risco — e a culpa é nossa
    by publico@publico.pt on Setembro 25, 2021 at 8:05 am

    […]

Arte Photographica a sépia ou a píxeis – as imagens que ficam

Regulamento do LAFIS

Regulamento do Laboratório de Fotografia e Imagem de Síntese da Faculdade de
Arquitectura da Universidade de Lisboa (LAFIS)

O presente Regulamento define as condições de funcionamento, utilização e
manutenção do Laboratório de Fotografia e Imagem de Síntese da Faculdade de
Arquitectura da Universidade de Lisboa, doravante abreviadamente designado de
LAFIS.

O LAFIS é constituído por 4 núcleos:
a) Núcleo de Fotografia Analógica e Laboratório de Revelação e Ampliação;
b) Núcleo de Fotografia de Estúdio;
c) Núcleo de Fotografia Imagem de Síntese;
d) Núcleo de Programação e Desenvolvimento de Recursos Tecnológicos

[pdf]

Belleville – 2014-02-10

Ver galeria